» » » Bacia leiteira vai produzir a baixo custo

LeiteFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco                                                          
Mais uma vitória para os produtores de leite no estado de Pernambuco. A partir de segunda-feira (29), os fabricantes que quiserem comprar leite in natura, leite em pó, soro em pó e composto lácteo de outros estados terão que pagar o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) adiantadamente.
A medida foi assinada pelo governador Paulo Câmara. “Isso vai facilitar a aquisição das compras do leite aqui em Pernambuco e ajudar, justamente, no controle que precisamos fazer das barreiras. Ao mesmo tempo, vai dar condições de as empresas terem um leite de qualidade, um leite de Pernambuco, um leite produzido a baixo custo e que, com certeza, vai ser muito importante para os produtores rurais daqui”, afirmou.
Segundo o secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, a expectativa é que a compra de produtos de fora do estado diminua com o decreto. "Medidas assim se somam a outras que virão, pois estamos seguindo em defesa do produtor de Pernambuco”, afirmou Peixoto. Presidente do Sindicato dos Produtores de Leite de Pernambuco (Sinproleite-PE), Saulo Malta comemorou a conquista. “Pernambuco tem leite para vender, e quem ganha com isso é o produtor”, disse. Atualmente, o estado tem uma produção de leite de 1,8 milhões de litros por dia. 
No início deste ano, os produtores de leite de Pernambuco conseguiram o fim da isenção fiscal para leite comprado em outros países. A isenção fiscal foi permitida em 2016, quando as indústrias pediram autorização para comprar leite externo, já que a seca em Pernambuco estava intensa e a produção local incerta.


Postado por Júnior Silva em Limoeiro/PE em sabado 27 / abril de 2019

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga