» » » MEC divulga 30 ganhadores regionais do Prêmio Professores do Brasil

Em edição regional, prêmio oferece R$ 7 mil, mais troféu e viagem oferecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)Foto: Divulgação                                                
O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta segunda-feira (15), no Dia do Professor, os vencedores da etapa regional do 11º Prêmio Professores do Brasil, entre eles, dois pernambucanos. Os nomes dos 30 professores de escolas públicas ganhadores estão disponíveis na internet. Foram divulgados também os nomes dos 20 professores vencedores da premiação especial.
O professor Isaias da Silva, da escola Mult Santa Terezinha do Menino Jesus, do município de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco, foi um dos vencedores com o projeto Cadê os indígenas nos livros didáticos? Têm indígenas em Pernambuco?. Ele foi o ganhador da categoria Ensino Fundamental: Anos Iniciais: 4º e 5º Anos da região Nordeste.

Do Recife, a professora Sandra de Amorim Silva Cavalcanti, da Escola Municipal Rozemar de Macedo Lima, foi premiada nas temáticas especiais, com o trabalho Rádio RM: A hora da revolução!. Na categoria Ensino Fundamental: Anos Iniciais: 4º 3 5º Anos.
Criado em 2005, o prêmio é voltado a professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula. Nesta edição, segundo o MEC, 4.040 professores de todo o país se inscreveram.
Na etapa regional, os professores são premiados em seis categorias: educação infantil/creche, educação infantil/pré-escola, anos iniciais do ensino fundamental/1º, 2º e 3º anos, anos iniciais do ensino fundamental/4º e 5º anos, anos finais do ensino fundamental/6º ao 9º ano e ensino médio.
Na categoria temática especial, os 20 professores foram premiados com trabalhos inscritos em uma das cinco temáticas: O esporte como estratégia de aprendizagem; Uso de tecnologias de informação e comunicação no processo de inovação educacional; Boas práticas no uso de linguagens de mídia para as diferentes áreas do conhecimento no ensino fundamental e médio; Práticas inovadoras de educação científica e Educação empreendedora.
O prêmio é dividido em três etapas: estadual, regional e nacional. Na estadual, os três primeiros colocados em cada categoria receberam certificados, cabendo ao vencedor um troféu. Na regional, são R$ 7 mil, mais troféu e viagem oferecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), autarquia vinculada ao MEC. Na categoria nacional, são R$ 5 mil e troféu.
Os nomes dos seis vencedores nacionais serão divulgados no dia 29 de novembro, no Rio de Janeiro.

Fonte Folha de Pernambuco
Postado por Júnior Silva em Limoeiro (PE), terça, outubro 16/2018

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga