» » » Secretaria de Saúde alerta sobre risco de reintrodução do sarampo em Pernambuco

Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco recomenda às Gerências uma série de estratégias de combate. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press              
A Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco alertou sobre o risco de reintrodução do sarampo no estado através de uma nota divulgada nesta semana. O documento informa que, apenas em 2018, foram notificados 63 casos de suspeita da doença no território pernambucano, dos quais 45 foram descartados e os demais seguem em investigação.
Desses casos de suspeita, dois já apresentam um quadro sugestivo. O primeiro é de uma criança de 2 anos (não vacinada), residente do Recife, que tem sentido febre, exantema, coriza, dor retro ocular e artralgia. O outro caso é de um homem de 27 anos, tio da menina, que havia viajado para Manaus (AM), capital do estado que conta com o maior número de suspeitas. 
A doença de elevada transmissibilidade já havia sido erradicada do país, de acordo com um levantamento da Organização Mundial de Saúde (OMS), mas o perigo de reintrodução tem sido comprovado em outras unidades federativas do Brasil. De acordo com o informe da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, foram notificados 5404 casos no Amazonas (742 confirmados) e 443 casos em Roraima (com 280 confirmados). 
A região Norte é o principal foco pela recente imigração de venezuelanos, que fogem da crise humanitária no país vizinho. Uma epidemia de sarampo ocorre na Venezuela desde julho de 2017.
Estratégias
Diante do quadro de reintrodução, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, através do informe, recomenda às Gerências uma série de estratégias que envolvem vigilância, investigação laboratorial e imunização.

Fonte Diario de Pernambuco
Postado por Júnior Silva em Limoeiro (PE), domingo, agosto 12/2018

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga