» » » Gastrônoma é baleada quando passeava com a noiva, no Pina

Raio-x mostra bala alojada na perna da vítimaFoto: Reprodução/Facebook                                                         
Uma gastrônoma de 22 anos foi baleada na perna no bairro do Pina, Zona Sul do Recife, na última sexta-feira (02), quando retornava para casa de um passeio na praia com a companheira de 21 anos. A moça foi socorrida pela família para um hospital particular do Recife e já está em casa - a bala não teve indicação de retirada de urgência. O casal, que prestou queixa na Delegacia de Boa Viagem, no último sábado (03), ainda será ouvido formalmente pela polícia, mas acredita que o crime não se trata de bala perdida, mas de crime de homofobia. As investigações devem começar nesta semana. 

“Por volta das 21h, quando a gente estava na rua Raul Azedo, em frente ao Conjunto Pernambucano, ouvimos um disparo. Olhei para trás e para os lados e não tinha ninguém. Só havia nós duas na rua. Aí eu vi que a perna dela estava sangrando e prestei socorro”, narrou a noiva da vítima. Ela acredita que o tiro foi intencional e pode ter partido de um dos prédios da área. “Já aconteceu de sofrermos discriminações. Já tentaram até jogar moto em cima da gente quando estávamos andando pela rua. Nesse caso, eu realmente senti muito medo, porque eu estava com minha noiva e ela levou um tiro do meu lado. Eu fiquei com medo de não conseguir socorrer ela. Medo dela perder os movimentos da perna. E o medo que atirassem novamente. Saímos correndo”, lamentou. 

As duas estão assustadas com o episódio, que classificaram como reflexo da intolerância da sociedade diante da diversidade sexual. A reportagem tentou contato com a delegacia de Boa Viagem e com a titular do bairro, mas até a publicação deste texto não havia conseguido respostas.

Fonte Folha de Pernambuco
Postado por Júnior Silva em Limoeiro (PE), segunda, fevereiro 05/2018

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga