» » » Náutico cede empate duas vezes e fica no 2x2 com Altos

Timbu estreou com empate na Copa do NordesteFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco                                         
Roberto Fernandes avisou: neste início de ano, o Náutico mostraria um "futebol de resultado". E pelo que foi apresentado no empate em 2x2 perante o Altos, nesta quarta (17), na Arena de Pernambuco, pela Copa do Nordeste, o Timbu realmente está longe de apresentar um desempenho vistoso. O problema é que o lema do treinador não foi alcançado. A falta de entrosamento e a dificuldade no encaixe das jogadas segue como calo alvirrubro. No terceiro duelo oficial da temporada, o terceiro resultado de igualdade. O ano de 2018 começa sem derrotas para lamentar, mas sem vitórias para comemorar.

Disputando apenas a terceira partida oficial no ano, é normal observar algumas dificuldades no Náutico. Mas quando uma equipe encontra problemas em desempenhar funções básicas como trocar mais de cinco passes certos seguidamente ou fechar espaços para evitar o avanço do adversário, é sinal de que a evolução necessária não depende apenas de tempo.

O futebol, contudo, nem sempre segue um roteiro linear. Em uma roubada de bola, Daniel Bueno achou Fernandinho, que disparou pela esquerda e bateu cruzado para abrir o placar na Arena de Pernambuco. O torcedor alvirrubro ainda respirava aliviado nas arquibancadas quando o Altos deu o troco seis minutos depois. A cobrança de escanteio encontrou Leone na área. A cabeçada saiu como um foguete, sem chances para Jefferson.

O Náutico jogava em casa, mas se comportava com um visitante. Tinha menos posse de bola, apostando em contra-ataques. Não era a postura que agradava a torcida, mas em termos de aproveitamento estava funcionado. No primeiro ataque pós-empate, o Timbu retomou a vantagem. A zaga do Altos cortou mal um cruzamento e a bola sobrou para Wallace encher o pé e fazer 2x1.

Com Robinho na vaga de Fernandinho, o Náutico conseguiu equilibrar o jogo na etapa final. Mas, como já foi dito antes, o que vale é bola na rede. Dudu, de falta, acertou uma cobrança espetacular, empatando o confronto. 
Sem grandes lances técnicos, eram as várias reviravoltas na partida que tornavam o jogo emocionante. O “lá e cá” deixou o resultado em aberto até os minutos finais. Piauienses e pernambucanos tentavam o terceiro gol pelo alto. Em um dos lances, Rafael Ribeiro chegou forte em um defensor do Altos, começando uma confusão generalizada. Após o fim do tumultuo, o árbitro expulsou o técnico Waldemar Lemos e Everton, dos visitantes, e Rafael, dos mandantes. Nem os sete minutos de acréscimo ajudaram o Timbu a evitar o resultado amargo de 2x2.

Ficha técnica

Náutico 2
Jefferson; Thiago Ennes (Clebinho), Rafael Ribeiro, Claydson Camutanga e Gabriel Araújo; Negretti, Hygor, Wallace Pernambucano e Medina; Fernandinho (Robinho) e Daniel Bueno (Josa). Técnico: Roberto Fernandes

Altos/PI 2
Gideão; Vagner, Leone, Everton e Netinho (Douglas); Marconi (Alisson), Dos Santos, Américo e Esquerdinha; Dudu (Bruno) e Manoel. Técnico: Waldemar Lemos

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL). Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Wagner Jose da Silva (ambos de AL)
Gols: Fernandinho (aos 20 do 1ºT), Leone (aos 26 do 1ºT), Wallace Pernambucano (aos 29 do 1ºT), Dudu (aos 14 do 2ºT)
Cartões amarelos: Claydson, Negretti (N); Vagner (A)
Cartão vermelho: Rafael (N), Everton (A)
Renda: R$ 19.865,00
Público: 2.075 torcedores

Postado por Júnior Silva em Limoeiro (PE), quinta, janeiro 18/2018

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga