» » » Com um a menos, Sport arranca empate diante do Vasco

Sport e Vasco empatam na Ilha do RetiroFoto: Anderson Stevens                                
Se havia uma rodada, entre as 26 já jogadas pelo Sport, nesta Série A do Campeonato Brasileiro, que uma derrota não merecia ter sido acumulada, ela aconteceu na noite desta segunda (25). Tudo que o torcedor rubro-negro esperava de sua equipe foi vista em campo, na Ilha do Retiro, diante do Vasco. O Leão apresentou garra e vontade. Buscou o resultado até o último minuto de jogo. Mesmo com um jogador a menos desde os 20 minutos do primeiro tempo. O resultado foi de empate, ao final da partida. Mas a alma foi lavada diante de tal apresentação. O placar de 1x1 foi construído com os gols de Nenê e André.

A necessidade pela vitória entrou de mãos dadas com o time do Sport logo na saída dos vestiários para o início do jogo. E com a bola rolando, o Leão foi sufocante. A equipe do Vasco não parecia preparada para tamanha pressão nos primeiros minutos de partida. Chances foram criadas e, na mesma velocidade, desperdiçadas. 

Mesmo assim, o clima era propício aos rubro-negros. Nas arquibancadas, o apoio era incondicional. A sensação na Ilha do Retiro, era a de que o primeiro gol aconteceria a qualquer momento. Mas o Sport parece não estar em dias com a sorte nesta Série A do Campeonato Brasileiro.

Até que um lance, aos 20 minutos do primeiro tempo, mudou a história do jogo na Ilha do Retiro. Após sofrer uma falta, que evitou um contra-ataque, o meia Diego Souza foi incisivo nas reclamações ao árbitro Sandro Meira Ricci. Por conta delas, levou o primeiro cartão amarelo. A ira do jogador permaneceu, e o vermelho foi puxado pelo juiz. A superioridade numérica fez o Vasco respirar na partida. O Sport tentou permanecer sufocante, mas a intensidade obviamente diminuiu. Antes do final da etapa inicial, o pior aconteceu: aos 38 minutos, Pikachu encontrou Nenê, que pegou de primeira e abriu o marcador. 1x0.

A mesma garra apresentada no primeiro tempo voltou com o time para a segunda etapa. O Vasco vencia o jogo, tinha um jogador a mais, mas não conseguia segurar o Sport. Vanderlei Luxemburgo resolveu abrir o time, com as entradas de Thallyson e Osvaldo para as saídas de Anselmo e Wesley, respectivamente. Aos poucos, as chances do empate foram criadas. André chegou a perder uma cara a cara com o goleiro Martin Silva. Até que um pênalti foi marcado a favor do Sport. Minutos depois, Meira Ricci resolveu voltar atrás da marcação. O que gerou um transtorno imediato. Até que tanta luta finalmente foi recompensada aos 38 minutos do segundo tempo. André aproveitou cruzamento e deu números finais ao jogo. 1x1.

FICHA DE JOGO


SPORT
Magrão; Raul Prata, Henríquez, Ronaldo Alves e Mena; Anselmo (Thallyson), Rithely, Wesley (Oswaldo) e Diego Souza; Rogério (Reinaldo Lenis) e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

VASCO
Martín Silva, Madson (Bruno Paulista), Breno, Anderson Martins e Ramon; Jean (Andrei), Wellington, Pikachu (Guilherme Costa), Nenê e Mateus Vital; Andrés Rios. Técnico: Zé Ricardo

Local: Estádio da Ilha do Retiro, no Recife
Árbitro: Sandro Meira Ricci/Fifa (SC). 
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho/Fifa e Marcelo Carvalo Van Gasse/Fifa (Ambos de SP)
Gols: Nenê (aos 38 do 1ºT); André (aos 38 do 2ºT)
Cartões amarelos: Wellington, Jean, Bruno Paulista (Vasco), Diego Souza (Sport)
Cartão vermelho: Diego Souza (Sport)
Público: 17.190
Renda: R$ 253.860,00

Fonte Folha de Pernambuco

Postado por Júnior Silva em Limoeiro (PE), em terça, setembro 26/2017

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga