» » » Santa Cruz tem vitória folgada na estreia de Givanildo

Santa Cruz x Brasil de PelotasFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco                                  
Givanildo Oliveira teve pouco tempo de trabalho, desde que foi anunciado pelo Santa Cruz. Mas, na estreia do treinador, nesta Série B do Campeonato Brasileiro, os desejos corais foram realizados. Além de acabar com uma série de maus resultados, os três ponto conquistados diante do Brasil de Pelotas, nesta sexta-feira (7), na Arena de Pernambuco, deixou a equipe na porta do G4 da competição. O placar de 3x0 foi construído com gols de Derley, João Paulo e Ricardo Bueno. O Tricolor chegou aos 17 pontos, e está na quinta colocação na tabela de classificação.

Oportunidades surgiram para ambos os lados, em um primeiro tempo bastante aberto na Arena de Pernambuco. Apesar de visitantes, o Brasil entrou em campo ciente que o contra-ataque poderia ser uma arma fatal no jogo. Já o Santa Cruz, que não vencia há quatro partidas, foi ofensivo. E assim como as chances foram criadas, a impressão deixada era a de que qualquer um dos adversários poderiam abrir o marcador. Quis o destino que essa sorte sorrisse aos corais.

Os goleiros Júlio César e Eduardo Martini já haviam feito suas respectivas defesas importantes na partida. Aos 29 minutos, no entanto, quando o arqueiro do Brasil de Pelotas nada podia fazer, as redes foram violadas. Derley recebeu uma bola na intermediária, avançou e bateu bonito no canto direito. Um golaço. Aos 41 minutos, uma falta do Brasil virou contra-ataque para Santa Cruz. Augusto deixou João Paulo, em velocidade, na cara do gol e o meia tocou por baixo de Eduardo Martini.

Apesar do confortável placar construído no primeiro tempo de jogo, o Santa Cruz não deixou de atacar a equipe o Brasil de Pelotas, que permaneceu na sua postura de contra-atacar no jogo. O placar por pouco não foi mais dilatado, após André Luís acertar o travessão adversário aos sete minutos. Aos 29, no entanto, não teve jeito. Ricardo Bueno recebeu pelo lado direito e manda no ângulo direito de Martini, adiantado. Poderia ter sido mais, pelo ímpeto mantido. Mas o jogo ficou mesmo no 3x0, e fim de papo na Arena de Pernambuco.

Ficha técnica

Santa Cruz 3

Júlio César; Nininho, Bruno Silva, Jaime e Roberto; Elicarlos (Wellington Cézar), Derley (Kelvy) e João Paulo; André Luís, Ricardo Bueno e Augusto (William Barbio). Técnico: Givanildo Oliveira

Brasil de Pelotas 0
Eduardo Martini; Ednei (Wander), Leandro Camilo, Teco, Breno; Leandro Leite, Itaqui, Wagner (Juninho), Rafinha; Marcinho e Lincom (Rodrigo Silva). Técnico: Rogério Zimmermann.

Local:
 Arena de Pernambuco
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Marcos Welb Rocha de Amorim e Jose Carlos Oliveira dos Santos (Ambos da BA)
Gols: Derley (aos 29 do 1ºT); João Paulo (aos 41 do 1ºT); Ricardo Bueno (aos 29 do 2ºT)
Cartões amarelos: Leandro Leite, Itaqui (Brasil de Pelotas); Roberto (Santa Cruz)
Público: 6009
Renda: R$ 55.850

Fonte Folha de Pernambuco
Postado por Júnior Silva em Limoeiro (PE), sábado, julho 08/2017

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga