» » » Santa Cruz amarga empate com o Boa Esporte na Arena

Lances da partida entre Santa Cruz x Boa EsporteFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco                           
Tudo igual na Arena de Pernambuco. Não foi lá uma grande partida, mas o Santa Cruz tropeçou “dentro de casa” na noite desta sexta-feira (21). Saiu na frente na etapa inicial e acabou sofrendo o empate do Boa Esporte/MG no segundo tempo. O resultado de 1x1 manteve os tricolores provisoriamente na 9ª colocação, com 23 pontos, mas a distância para o G4 pode aumentar ao fim da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O próximo compromisso será contra o Paraná Clube/PR, no sábado (29), no Durival Britto.
As equipes deixaram a desejar no primeiro tempo. Mandante do jogo, o Santa encontrou dificuldades para penetrar na zaga adversária. Os visitantes fizeram uma marcação forte e anularam as investidas dos donos da casa, que tentaram abrir o placar com chutes de fora da área, mas os dois arremates, um de Ricardo Bueno e o outro de João Paulo, não saíram no capricho. Logo em seguida, os mineiros por pouco não ficaram em vantagem. Para a sorte de Júlio César, a cabeçada de Diones parou na trave e a finalização de Eduardo explodiu no travessão. O meia João Paulo, um dos poucos que fazia algo, salvou a pele dos tricolores ao balançar as redes, após uma cabeçada, aos 41 minutos. O resultado de 1x0 minimizou a insatisfação da torcida coral, chateada com a falta de criação do time.
Mesmo com a vitória parcial, o técnico Givanildo Oliveira voltou do intervalo com uma modificação: Halef Pitbull entrou no lugar de William Barbio. A intenção do Santa Cruz era ampliar o marcador o mais rápido possível, porém foi o Boa Esporte que esteve mais perto do gol. Desperdiçou duas boas chances com Reis, em cobranças de falta, uma delas no travessão do camisa 1 Júlio César. Pouco tempo depois, aos 25 minutos, a equipe de Varginha deixou tudo igual. Thaciano aproveitou o escanteio e cabeceou a bola para as redes.
Precisando vencer a todo custo o jogo de seis pontos, o Santa foi para o tudo ou nada. Léo Lima e Alex Travassos, estreante, ocuparam as vagas de Wellington Cézar e Gabriel Vallés, respectivamente. As alterações não surtiram efeito. Tanto é que nenhuma reação foi esboçada até o apito final, o confronto terminou 1x1 e com vaias da torcida presente em São Loureço da Mata.
FICHA DO JOGO
SANTA CRUZ 1
Júlio César; Gabriel Vallés (Alex Travassos), Jaime, Bruno Silva e Tiago Costa; Wellington Cézar (Léo Lima), Derley e João Paulo; André Luís, Ricardo Bueno e William Barbio (Halef Pitbull). Técnico: Givanildo Oliveira.
BOA ESPORTE/MG 1
Fabrício; Ruan, Caíque, Júlio Santos e Elivelton; Escobar, Diones e Eduardinho (Fellipe Matheus); Thaciano (Radamés), Reis e Casagrande (Wesley). Técnico: Nedo Xavier.

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI). Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios e Ailton Farias da Silva (ambos de SE).
Gols: André Luís (aos 41 do 1T) e Thaciano (aos 25 do 2T),
Cartões amarelos: Derley, João Paulo e Tiago Costa (S); Caíque (B)
Público e renda: não divulgados
Postado por Júnior Silva em Limoeiro (PE) em sábado, julho 22/2017

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga