» » » Apagado, Sport fica no empate diante do São Paulo

Sport x São PauloFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco                  
A jaula não fez efeito dessa vez. Mesmo atuando em casa, o Sport não conseguiu ser agressivo contra o São Paulo e tirar a frieza de um jogo sem fortes emoções, empatando em 0x0, na noite desta quarta-feira (14) e deixando de faturar dois pontos importantes no Brasileirão. Com o resultado, o Leão chegou aos oito pontos, sem conseguir se distanciar da zona de rebaixamento e perdendo a chance vislumbrar o pelotão da frente. A ideia rubro-negra era somar 100% de aproveitamento nesses dois jogos em casa, contra o Tricolor Paulista e o Vitória, que os pernambucanos encaram neste domingo (18).

Quanto ao jogo, um primeiro tempo frustrante para os leoninos. Mesmo com um São Paulo mutilado por dez desfalques, o time mandante não conseguiu mostrar toda a sua força dentro dos seus domínios. Sem Diego Souza, retornando da Seleção Brasileira, o técnico Vanderlei Luxemburgo optou por recuar Rithely para a função de primeiro volante e apostando em Thallyson e Patrick um pouco mais adiantados. A tática não deu certo, principalmente pela quantidade de passes errados, uma consequência da ausência de um "meia" de qualidade. Para piorar, os ponteiros Thomás e Osvaldo demoraram a entrar na partida, o que tornava a potência ofensiva do Sport praticamente nula.

O grande retrato disso foi o fato de a primeira boa chance rubro-negra surgiu apenas aos 37 minutos. Em bela enfiada de Thomás, André encheu pé para a boa defesa de Renan Ribeiro. Como resposta, Lucas Pratto, mesmo desequilibrado, tirou tinta da trave de Magrão.

Na segunda etapa, uma nova postura leonina. Com a intenção de dar mais mobilidade e criatividade ao meio, Vanderlei Luxemburgo sacou Thallyson e acionou Everton Felipe. Mais agressivo, o Leão passou a tomar conta da partida. Com apenas um minuto, André já deu cabeçada perigosa. Aos oito, outra boa chance com a dupla Thomás/André, mas este segundo perdeu novamente, com mais uma boa intervenção de Renan. Com o meio congestionado, o Sport passou a apostar praticamente apenas nas pontas, mas sem conseguir criar chances claras. Aos 35, Everton Felipe quase marcou sem querer, em cruzamento direto para a boa defesa do arqueiro tricolor. 

Com muitos passes errados, o Sport era presa fácil para os zagueiros paulistas, que na etapa final se fechou num ferrolho, abdicando da postura ofensiva utilizada no primeiro tempo. O atacante Juninho ainda foi acionado, mas praticamente não tocou na bola, justamente por conta do excesso de equívocos nas trocas de passes. Magrão ainda fez grande defesa em cabeçada de Gilberto, segurando o placar sem gols na Ilha do Retiro.

Ficha do Jogo

Sport 0
Magrão; Samuel Xavier, Durval, Ronaldo Alves e Sander; Rithely, Patrick e Thallyson (Everton Felipe); Thomás (Rogério), André e Osvaldo (Juninho).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

São Paulo 0
Renan Ribeiro; Lucão, Maicon e Éder Militão; Marcinho, Jucilei, Cícero (Lucas Fernandes), Thomaz (Wesley) e Júnior Tavares; Wellington Nem (Gilberto) e Lucas Pratto
Técnico: Rogério Ceni
Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE). Árbitro: Héber Roberto Lopes (SC). Assistentes: Carlos Berkenbrock e Helton Nunes (ambos de SC). Gol: Cartões amarelos: André (Sport). Cícero (São Paulo). Público: 11.904.Renda: R$ 278.755,00.

Fonte Folha de Pernambuco
Postado por Júnior Silva em Limoeiro, (PE), quinta, junho 15/2017

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga