» » » Com gols no final, primeiro Clássico das Emoções termina empatado

Náutico x Santa Cruz  Foto: Flávio Japa/Folha de Pernambuco            
Duas expulsões, polêmica com arbitragem e dois gols nos últimos minutos. Náutico e Santa Cruz provaram por qual motivo esse confronto é chamado de “Clássico das Emoções”. No primeiro de vários embates que Timbu e Tricolor terão em 2017, empate em 1x1, neste domingo (29), válido pelo Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano. Anselmo marcou para os alvirrubros, enquanto Léo Costa salvou os tricolores da derrota.
A tarde foi de reencontros na Arena. No lado do Santa Cruz, três jogadores da equipe titular já defenderam a camisa alvirrubra: o goleiro Júlio César e os volantes Elicarlos e David. No Timbu, Tiago Cardoso era o velho conhecido da torcida coral.
Jefferson Nem e Dudu de um lado. Léo Costa e Thiago Primão do outro. As respectivas duplas de Náutico e Santa Cruz eram as responsáveis por romper o jogo truncado no meio-campo. Mas tanto o Timbu como o Tricolor colecionaram lances de pouco perigo no primeiro tempo. A exceção foi aos 33. Léo Costa dominou bem pelo meio e chutou forte, obrigando Tiago Cardoso a espalmar para escanteio.
O clima morno da partida foi quebrado aos 40 minutos. Dudu fez falta em André Luís e foi discutir com o atleta. Jaime acabou tomando as dores do companheiro e empurrou o alvirrubro. No final, tanto o zagueiro do Santa como o meia do Náutico receberam o cartão vermelho.
Colocando em uma balança o peso de cada expulsão, a ausência de Dudu era sem dúvida mais prejudicial ao Náutico do que a de Jaime para o Santa. Mesmo assim, o Timbu tentava compensar em velocidade, enquanto o Tricolor procurava os contra-ataques.
Para apimentar o duelo na segunda etapa, uma polêmica. André Luís avançou na área e foi puxado por Ewerton Páscoa. O árbitro mandou o jogo seguir, causando fúria dos tricolores que pediram pênalti.
O jogo se encaminhava para um 0x0 sem brilho, mas eis que finalmente os clubes fizeram valer o apelido de “Clássico das Emoções”. Primeiro foi o Náutico. Após falha de Eduardo Britto, Anselmo dominou na área e balançou as redes. Gol aos 44 do segundo tempo que daria a vitória ao Alvirrubro. Mas, no último lance, o meia Léo Costa cobrou falta precisa e empatou no apagar das luzes para o Tricolor, decretando o 1x1.
Náutico 1
Tiago Cardoso; Joazi, Tiago Alves, Ewerton Páscoa e Manoel; João Ananias, Rodrigo Souza (Maylson) e Dudu; Giva (Erick), Alison (Anselmo) e Jefferson Nem. Técnico: Dado Cavalcanti
Santa Cruz 1
Júlio César; Vítor, Bruno Silva, Jaime e Eduardo Britto; Elicarlos, David e Léo Costa; Thiago Primão (Anderson Salles), Éverton Santos (Thomás) e André Luís (Willian Barbio). Técnico: Vinícius Eutrópio.
Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/Recife)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez. Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Fabrício Leite Sales.
Gols: Anselmo (aos 44 do 2ºT) e Léo Costa (aos 48 do 2ºT)
Cartões amarelos: Páscoa, Maylson, Giva e Joazi (N); David, Eduardo (S) 
Cartões vermelhos: Dudu (N); Jaime (S)
Público: 4.622 torcedores
Renda: R$ 75.615,00

Postado por Júnior Silva em domingo, janeiro 29/2017

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga