» » » » Governo lança Plano de Enfrentamento às Arboviroses e renova situação de emergência

Aedes aegypt, transmissor da chikungunya, dengue e zika  Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas        
O Governo do Estado lançou, nesta terça-feira (6), o Plano Estadual de Enfrentamento das Doenças Transmitidas pelo Aedes aegypti. As ações envolvem o combate ao mosquito, compra de equipamentos e campanha de mídia; o executivo estadual ainda renovou o decreto de situação de emergência por conta do Aedes por mais 180 dias.

De acordo com o governo estadual, o Hospital Getúlio Vargas (HGV) passou a receber pacientes de chikungunya em um ambulatório, o que pode descentralizar os exames para confirmação da doença nas 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) a partir de 2017. O executivo ainda pretende estruturar a vigilância epidemiológica da febre amarela silvestre, que também é transmitida pelo mesmo mosquito. 

A situação de emergência está em vigor desde o dia 1º de dezembro de 2015. A medida busca agilizar e desburocratizar processos e manter a mobilização contra o mosquito em todo o Estado.

Ainda em 2016, o Programa de Controle das Arboviroses pretende capacitar 530 profissionais das unidades de alta complexidade e 75 profissionais das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para padronizar o manejo clínico dos pacientes vítimas das arboviroses. Em 2017, a expectativa é capacitar os profissionais das redes municipais de todo o Estado, além dos coordenadores dos municípios pernambucanos.

Pernambuco oferta o atendimento de reumatologia - para os casos de chikungunya - nas Unidades Pernambucanas de Atenção Especializada (UPAEs) de Caruaru, Garanhuns, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, que também dispõem de fisioterapia motora. Os hospitais das Clínicas (HC) e Universitário Oswaldo Cruz (HUOC) também ofertam a especialidade de reumatologia.

Em 2016, até sábado (3), foram registrados 111.616 casos suspeitos de dengue, em Pernambuco - no ano passado, foram 154.467 casos suspeitos no mesmo período. Em relação à chikungunya foram notificados 58.097 casos, em 183 municípios e o distrito de Fernando de Noronha. Além disso, até o momento foram notificados 11.347 casos de Zika em 151 municípios e o distrito de Fernando de Noronha.

Fonte Folha de Pernambuco

Postado por Júnior Silva em terça, dezembro 06/2016

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga