» » » » Vereador Carpinense é alvo da operação Caça Fantasma que investiga esquema na câmara de Carpina


Na manhã desta quarta-feira (23) a secretaria de defesa social de Pernambuco através da policia Civil de Pernambuco desencadeou a 30ª operação de repressão qualificada do ano. Ação realizada, busca cumprir mandados de prisão preventiva, prisão temporária, condução coercitiva e busca domiciliar em desfavor de pessoas de envolvimento em um esquema de peculato, apropriação, falsificação de documento público e associação criminosa com atuação na câmara de vereadores do Carpina, desde ano de 2013. O principal alvo da operação, segundo a policia civil é o vereador e ex-presidente da câmara Antônio Carlos Guerra Barreto conhecido Tota Barreto (PSB).
Serão cumpridos seis Mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária, seis de condução  coercitiva e dezesseis Mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo Juíz de Direito da Vara Criminal da referida cidade de Carpina. Todos os mandados de prisão, de buscas e conduções coercitivas serão cumpridos em endereços de pessoas ligadas ao Vereador Tota Barreto. Na execução do trabalho operacional, participam cem policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. A operação é supervisionada pela Chefia da Polícia Civil, coordenada pela Diretoria Integrada do interior 1 – DINTER1 e a Gerência de Controle Operacional do Interior 1- GCOI 1. As investigações tiveram início há oito meses e foram efetuadas pela Delegacia de Polícia de Carpina, apoiada pelo Núcleo de Inteligência da 11ª DESEC da PCPE.
Os materiais apreendidos serão encaminhados ao Departamento de Repressão  aos Crimes Patrimoniais – DEPATRI, onde às 07h00 será apresentado o balanço parcial da operação pelo DINTER1 – Delegado Nehemias Falcão.
Postado por Júnior Silva em quarta, novembro 23/2016

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga