» » » Santa Cruz segura Grêmio em Porto Alegre

Anderson Stevens/Folha de Pernambuco
Dos dois lados, a trave balançou. A matemática foi a seguinte: duas vezes para o Grêmio contra apenas uma do Santa Cruz. As oportunidades foram escassas, mas existiram. No entanto, os corais conseguiram segurar a equipe gaúcha, em Porto Alegre, nesta quinta-feira, e somou mais um ponto na Série A do Campeonato Brasileiro. O empate em 0x0 fez os corais subirem uma posição na Zona de Rebaixamento, e agora estão na 17ª colocação, com18 pontos. No próximo domingo, o compromisso tricolor será contra o São Paulo, no estádio do Arruda.
Um fato que contribuiu para o Santa Cruz segurar a equipe do Grêmio, mesmo jogando diante de seu torcedor, foi a pouca criatividade gaúcha no jogo. Apesar de a presença ofensiva dos anfitriões ter sido intensificada em alguns momentos da partida, a equipe só conseguiu finalizar na meta do goleiro Tiago Cardoso em uma oportunidade. É possível também elogiar o esquema proposto pelos corais, que mandaram a campo quatro atletas no meio de campo com facilidade na marcação, mesmo com João Paulo atuando de forma mais ofensiva.
O início da partida tricolor chegou a ser animador. A equipe de Milton Mendes chegou a atingir 61% de pico de posse de bola nos primeiros 15 minutos de jogo. Os melhores momentos gaúchos no primeiro tempo foram entre os 20 e 30 minutos, quando uma verdadeira blitz foi organizada a frente da área pernambucana. A única oportunidade foi protagonizada após chute a meia distância de Negueba, com defesa fácil de Tiago Cardoso. Nos minutos finais da etapa inicial, o Santa Cruz resolveu se soltar no jogo, mas também foi pouco efetivo, com apenas um chute a gol.
No melhor estilo tricolor de jogar futebol, Keno puxou o contra-ataque e largou para Grafite, livre, dentro da área. Grohe saiu para o abafa e, após o chute do atacante, Maicon tirou em cima da linha. A resposta gaúcha aconteceu apenas após o intervalo da partida. Logo aos sete minutos da etapa final, o equatoriano Bolaños cobrou falta na trave. No rebote, Negueba deu um peixinho para fora, praticamente sem goleiro. O lance demonstra bem o que foi o Grêmio na volta para o segundo tempo, muito mais presente no campo de ataque.
Bem melhor que no sistema defensivo, o Santa Cruz também teve a sua oportunidade em cobrança de falta de João Paulo, que acertou o travessão de Grohe. Ter flertado com o gol fez os tricolores chegarem novamente com perigo aos 29 minutos. Após receber bola, Grafite chutou cruzado, e Grohe espalmou parcialmente. Apesar de ter ficado com o rebote, Keno acabou sendo interceptado por Geromel. A pressão ouvida das arquibancadas, com a torcida do Grêmio ávida pela vitória, fez pesar as pernas gaúchas em campo. Melhor para os tricolores pernambucanos, que seguiram com boa presença ofensiva, mas acabaram acumulando apenas o empate.
FICHA DE JOGO

GRÊMIO 0x0 SANTA CRUZ
GRÊMIO
Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Geromel, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Jailson, Maicon, Pedro Rocha (Guilherme), Douglas (Lincoln) e Negueba (Henrique Almeida); Miller Bolaños. Técnico: Roger Machado.
SANTA CRUZ
Tiago Cardoso; Léo Moura, Neris, Danny Morais e Tiago Costa (Roberto); Derley, Jadson (Arthur), Danilo Pires e João Paulo; Keno e Grafite (Fernando Gabriel). Técnico: Milton Mendes.
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Horário: às 19h30
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Alex Ang Ribeiro (Ambos SP)
Cartões amarelos: Geromel (Grêmio); Danilo Pires, Jadson, Roberto (Santa Cruz)
Público: 17883
Renda: R$464.475,00


Fonte Folha de Pernambuco

Postado por Júnior Silva em sexta, agosto 05/2016

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga