» » Roberto quer apagar imagem da época do Náutico

Foto: Bruno Campos/FolhaPE
A passagem do lateral-esquerdo Roberto por Pernambuco, em 2014, faz o torcedor do Santa Cruz direcionar olhares desconfiados em direção ao novo reforço. À época, ele defendia as cores do Náutico, e sua saída dos Aflitos foi bastante conturbada. Ciente do legado negativo que deixou no futebol local, o jogador espera construir uma nova história com a camisa coral. E o apoio do técnico Milton Mendes, com quem trabalhou em duas oportunidades, pelo menos, é garantida.
“Lembro que no Náutico, estávamos com salários atrasados. O pessoal até queria fazer greve, mas conseguiram segurar. Só que nisso vem o desânimo de não querer jogar. Eu tomei essa atitude de não querer viajar. Eu acho até legal falar que o erro foi da minha parte. Mas hoje é outra história. Já passei por outros três clubes desde que saí do Náutico e não tive problema”, explicou o jogador, apresentado oficialmente nesta quarta-feira (18).
Roberto foi dispensado do Náutico durante a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro de 2014. Junto com ele, também foi desligado do clube o atacante Tadeu – ambos por problemas de indisciplina, por conta da perda do voo para Minas Gerais, onde o Alvirrubro tinha um compromisso com o Boa Esporte. Foram 12 partidas com a camisa Timbu. Após deixar os Aflitos, o atleta defendeu a Ferroviária/SP, o Bragantino e o Atlético/PR, último clube em que trabalhou.
Durante a passagem pelo clube paranaense e a Ferroviária, Roberto chegou a trabalhar com Milton Mendes. Na equipe paulista, ele foi campeão da Série A2 do Estadual, e no Furacão, disputou a Série A do Campeonato Brasileiro, em 2015. O jogador ainda tem contrato com o Atlético/PR até o fim de 2017.
“Quando cheguei lá na Ferroviária, já vinha do fato recente do Náutico. Ele chegou dizendo que sabia do que passou, mas que confiava no meu futebol. Falar do professor Milton é sem palavras. Eu segui o que ele me falou. Tanto que nós fomos campeões e fui o melhor lateral da competição”, disse o jogador. “Ele sabe mais da minha qualidade como jogador e é por isso que conta comigo”, contou.
Postado por culturalfm96.com em quinta, maio 192016

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga