» » Velocista do Brasil é pega em antidoping

Principal velocista do Brasil, a cearense Ana Cláudia Lemos, 27, foi pega em exame antidoping no início deste ano, durante treinamento.
O exame feito pela ABCD (Autoridade Brasileira de Controle de Doping) identificou a substância oxandrolona, um esteróide anabolizante. A atleta já solicitou abertura da amostra B. Ana Cláudia não respondeu aos contatos da reportagem.
A CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) e o clube da atleta, a BM&F Bovespa, disseram que ainda não foram comunicados sobre o caso pela autoridade responsável pela coleta.
A confederação publicou apenas uma nota em seu site no qual informa como é o procedimento antidoping no país desde o início deste ano, quando passou a ser feito pela ABCD.
Ana Cláudia já tem índice para disputar os Jogos Olímpicos do Rio nas provas de 100 m e 200 m rasos. Ela também faz parte da equipe de revezamento 4 x 100 m, que tem chance de medalhas na Olimpíada.
Atleta mais rápida do Brasil, Ana Cláudia estabeleceu o novo recorde sul-americano dos 100 m em abril do ano passado, ao correr a prova nos EUA em 11s01. A marca posteriormente batida pela equatoriana Ángela Tenório, com 10s99.
NOTA DA CBAT
A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) vem a público para esclarecer o que segue:
"Desde o início deste ano, os controles de dopagem feito com atletas e nos eventos oficiais do calendário da CBAt são realizados pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD). O material colhido (sangue e urina) é enviado pela ABCD ao Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD).
A comunicação de qualquer resultado adverso é feita diretamente pela ABCD. Somente depois de todas estas providências a CBAt é comunicada.
Após o cumprimento de todas as regras e normas da WADA/IAAF no período inicial de gestão do resultado, em que a confidencialidade é obrigatória, em caso de um resultado confirmado como positivo pela ABCD, a CBAt inicia os procedimentos disciplinares, com o encaminhamento do caso ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), para julgamento".
Postado por culturalfm96.com em quinta, março 10/2016

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga