» » Segundo Paixão, o Sport está pronto para 2ª maratona na temporada: "Estrutura excepcional"

O Sport começou a temporada sem parar. Foram 12 jogos em 47 dias. Média de um a cada quase quatro dias. Maratona que deu um intervalo nesta semana, com o técnico Paulo Roberto Falcão ganhando quatro dias de treinamentos antes de enfrentar o América, pelo Campeonato Pernambucano. Mas que volta com força total após a partida. A partir deste sábado, os rubro-negros poderão emendar uma sequência de 15 partidas em 51 dias, caso cheguem às finais da Copa do Nordeste e do Campeonato Pernambucano. O que manteria a média de um compromisso a cada quase três dias.

Rotina exaustiva, mas que já estava dentro do planejamento da comissão técnica leonina. De acordo com o preparador físico Paulo Paixão, desde o período de pré-temporada, todo o trabalho foi feito justamente para que a equipe suportasse essa maratona nas retas finais das duas primeiras competições do ano. 

“Primeiro, a diretoria buscou atender os pedidos de Falcão e montou um elenco onde um jogador pode substituir outro sem grande perda técnica. Além disso, fizemos uma preparação para suportar essa carga de jogos, independentemente se o time vai ser repetido ou não. E o Sport possui uma estrutura excepcional. Tudo o que foi feito de janeiro até agora foi buscando esses objetivos, de o grupo suportar esse número de jogos”.

Porém, a maratona não mexe não apenas com o preparo físico, mas também com a cabeça dos jogadores. Até lembrar a sequência das últimas partidas é algo complicado para os atletas. “Jogamos com Náutico, Santa Cruz, América, Fortaleza, Central. Meu Deus... River, Botafogo, Salgueiro. É muito puxado. É um jogo atrás do outro e você esquece do adversário. Você termina lembrando do mais recente. Mais é muito jogo mesmo”, confirmou o lateral direito Samuel Xavier.

Fonte Diario de Pernambuco
Postado por culturalfm96.com em quinta, março 17/2016

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga