» » » Polícia Civil desarticula organizações criminosas em Carpina


A Polícia Civil de Pernambuco divulgou, na manhã desta segunda-feira (21), detalhes da ação que desarticulou duas das principais organizações criminosas com atuação ligadas a crimes de tráfico de drogas e homicídios no município de Carpina, na Zona da Mata Norte do Estado.
A operação, que é a terceira de repressão qualificada deflagrada no ano, é denominada de Matrix e resultou no cumprimento de 17 mandados de prisão e quatro de busca e apreensão de adolescentes. Do total de presos, sete já cumpriam pena e chefiavam as quadrilhas dos presídios de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife (RMR), e da penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro, no Agreste do Estado.
O delegado responsável pela investigação, Antônio Resende, as quadrilhas que são rivais e responsáveis pela maioria dos 40 assassinatos registrados em Carpina em 2015. "O resultado de tamanho assassinato era pela briga pelo comando do tráfico no município. Mas, quando iniciamos a investigar os envolvidos, traçando o organograma de cada quadrilha e deflagrando operação de repressão, conseguimos diminuir essa estatística", ressaltou o investigador.
O que o delegado pontua é o resultado dos trabalhos da operação Matrix, que é a continuidade de outra operação, a "Fênix", que culminou na prisão de 33 criminosos em agosto do ano passado. "Para se ter uma ideia, no primeiro trimestre o ano passado, o município registrou 15 assassinatos. Com a deflagração da Fênix e a continuidade das ações da Matrix conseguimos reduzir para seis homicídios no primeiro trimestre deste ano. Para desarticular essas quadrilhas é necessário combater primeiro o crime mãe, que é o tráfico de drogas", destacou Resende.
Entre os presos na operação Matrix está o filho de um vereador do município. Ele é identificado como Marcos Fernando Santos Barreto, 23 anos, é ex-presidiário e foi detido com três revólveres e duas munições. O balanço da ação resultou na apreensão de cinco armas, 28 munições, 98 pedras de crack, 43 quilos de maconha e R$ 23 mil.
Postado por culturalfm96.com em segunda, março 21/2016

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga