Foto da internet
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou na noite desta segunda-feira (21) ao Palácio da Alvorada, em Brasília, para um encontro com a presidente Dilma Rousseff, a fim de avaliar a conveniência de permanecer como ministro-chefe da Casa Civil depois que o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a nomeação dele para o cargo.

Antes do encontro, a aliados, Lula chegou a manifestar sua disposição de desistir do cargo de ministro.

O governo recorreu da decisão de Gilmar Mendes, mas não há certeza de que Lula conseguirá se manter no posto se a definição sobre o assunto vier a ser dada pelo plenário do Supremo.

Alguns parlamentares do PT defendem que ele assuma um cargo de assessor, para ajudar na coordenação política, ou que exerça esse papel informalmente.

Há o reconhecimento de que, depois de reveladas as gravações com ordem judicial, os aliados passaram a ter medo de conversar com Lula por telefone, o que dificultou as articulações políticas do ex-presidente para conter o processo de impeachment de Dilma na Câmara.

Como revelou mais cedo o Blog, durante o fim de semana, Lula chegou a demonstrar arrependimento por ter aceitado a proposta de virar ministro. Pela ideia inicial, havia pressa de entrar no governo a fim de fugir da mira do juiz federal Sergio Moro 

Todos os cenários sobre o futuro político imediato de Lula seriam avaliados na conversa com a presidente.

Fonte G1
Postado por culturalfm96.com em segunda, março 21/2016