» »Unlabelled » Homem-Camisinha chega ao Recife para distribuir mais de 360 mil preservativos durante o Carnaval

O humorista de Salvador, Maurício Ramos, 37 anos. Ele está entre os cinco homens-camisinha que vão circular na folia do Recife e Olinda
A preocupação com a saúde traz um personagem inusitado para o meio da folia. Trata-se do Homem Camisinha. A iniciativa pioneira, do Ministério da Saúde, apresenta um rapaz vestido com a tradicional embalagem roxa da camisinha, que levará mensagens de prevenção e distribuir mais de 360 mil preservativos entre os foliões que forem brincar o Carnaval de Olinda e Recife. O personagem chegou hoje em terras pernambucanas e vai marcar presença nesta sexta-feira (5), na festa oficial de abertura da festa de Momo do Recife, às 18h, no Marco Zero. Na Capital pernambucana, a ação prosseguirá no Sábado de Zé Pereira, durante o desfile do Bloco do Galo da Madrugada, e também no próximo dia 8, nos pontos de ônibus e nas ruas paralelas o Bairro do Recife. Ainda na segunda-feira de Carnaval, o personagem seguirá em direção às ladeiras de Olinda. Ele vai marcar presença no Camarote Mansão do Bonfim, em frente à prefeitura do município e na entrada do Carmo, além de desfilar junto aos bonecos gigantes de Olinda. A ação integra a campanha de prevenção com foco no carnaval, cujo slogan é "Deixe a camisinha entrar na festa".
De acordo com o diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Fábio Mesquita, o objetivo da campanha é reforçar a importância do papel do preservativo para eviar a contaminação, por via sexual, pelo vírus HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis. "E, dessa vez, decidimos abordar o tema com humor. Abordar os foliões de forma leve, lúdica", explicou. Além dos Carnavais do Recife e Olinda, o Homem Camisinha vai circular entre escolas de samba, blocos e trios elétricos de São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro e Ouro Preto. Ao todo, o Ministério da Saúde prevê distribuir cinco milhões de preservativos durante o período festivo, inclusive na forma de caixas instaladas em bares selecionados. A campanha também estará presente em transportes coletivos, TV, rádio e redes sociais.
TESTAGEM E TRATAMENTO
O diferencial da campanha deste ano, reforça Mesquita, é que, a partir da Quarta-Feira de Cinzas, serão distribuídos folhetos nos postos de saúde e outdoors sobre a profilaxia pós-exposição (PEP). Dessa forma, no período pós-Carnaval, o Ministério continuará incentivando a testagem e o tratamento para os casos de sorologia positiva. "A PEP é um procedimento que evita a proliferação do vírus HIV, caso o medicamento seja tomado em até 72 horas após a exposição ao vírus, como nos casos de sexo desprotegido ou até mesmo quando a camisinha romper. O ideal é que seu uso seja feito nas primeiras duas horas após a exposição ao risco", salienta o diretor. Ao todo, são 28 dias consecutivos de uso dos quatro medicamentos antirretrovirais previstos no novo protocolo (tenofovir + lamivudina + atazanavir + ritonavir). 
Postado por culturalfm96.com em sexta, fevereiro 05/2016

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga