» »Unlabelled » Geraldinho Lins entra no clima do Carnaval


Como autêntico folião, Geraldinho Lins não para nem mesmo durante o Carnaval, período no qual o forró dá espaço para um repertório recheado de muito frevo, maracatu, ciranda, coco de roda e caboclinho. “Sou encantado com as cores, a energia e a atmosfera colorida que vem do Carnaval. Levo tudo isso para o meu show e repasso para o público pernambucano, que já nasce valorizando e sentindo orgulho das tradições”, afirma o cantor.

Geraldinho já vem botando o público para ferver desde o mês de janeiro, quando marcou presença no Baile Municipal do Recife, a convite do Maestro Forró; e cantou no Bal Masqué da cidade de Goiana, onde foi a grande atração da festa. O artista também é uma das estrelas do desfile do maior bloco do mundo, o Galo da Madrugada, que este ano vai homenagear o cantor Chico Science. “O Galo é a grande apoteose do Carnaval do Recife. O mundo volta os olhos para cá. Por isso, é uma grande responsabilidade e a realização de mais um sonho”, diz o cantor, que irá agitar o público com algumas das canções eternizadas na voz do eterno mangue boy, como Maracatu atômicoManguetown e A praieira.

O cantor vai se apresentar também no palco principal do Carnaval do Recife, em pleno Marco Zero, e no polo descentralizado do bairro do Cordeiro; no tradicional carnaval da cidade de Bezerros, com apresentação marcada para o domingo, dia do desfile dos papangus; e na festa das cidades de Gravatá, Ipojuca, Sirinhaém e Paulista.

Os ritmos carnavalescos também serão a base do CD que Geraldinho Lins prepara para o próximo ano. O trabalho vai trazer frevos clássicos e inéditos com a participação de grandes músicos e compositores.

Turnê – Além do Carnaval, o mês de fevereiro marca a realização da terceira turnê de Geraldinho Lins pela Europa. Neste ano, o artista vai levar apresentar se repertório de sucessos para Portugal, Inglaterra, França, Suíça, Bélgica e Alemanha. Os shows, realizados em pubs e boates, costumam atrair um público médio de 400 pessoas por apresentação. “Nosso forró é muito valorizado no Velho Continente e é uma música e uma dança que representam o Brasil”, diz o cantor.

“Procuro envolver todos os meus projetos de boas vibrações. Faço com o coração e muito trabalho. Pesquiso, melhoro o show e vou observando o que mais agrada meu público”, afirma Geraldinho. Desde 2013, o músico vem desenvolvendo esse trabalho que contempla o intercâmbio com músicos e produtores europeus e brasileiros que divulgam o forró na Europa – e que tem como resultado o convite para participar de shows e festivais.

História – Geraldo Pereira Lins Filho, na cidade de Serra Talhada, no Sertão pernambucano, o primeiro contato de Geraldinho Lins com a música aconteceu aos 13 anos de idade, quando ganhou o primeiro violão de sua mãe. "Era um presente que eu esperava da minha mãe desde os dez anos, mas ela tinha medo que eu misturasse as notas musicais com as notas escolares", recorda em tom de brincadeira. A paixão pelo forró, no entanto, veio alguns anos mais tarde, quando a família residia na cidade de Caruaru. Foi na Capital do Forró que Geraldinho conheceu o Trio Nordestino e seu tradicional forró pé de serra, selando uma paixão que está distribuída em mais de 200 canções de sua autoria, que incluem ainda ritmos como xote, baião, caboclinho, frevo de bloco e frevo rasgado.

Sua primeira banda, a Flor da Pele, foi formada por amigos de colégio. Em seguida, veio a Quenga de Coco, grupo com o qual Geraldinho Lins se apresentou em diversos locais do País. Nos últimos dez anos, o artista tem atuado em carreira solo, conquistando fãs em todo o Nordeste, com shows da Bahia ao Maranhão, bem como outras capitais, a exemplo de São Paulo e Rio de Janeiro – cidades onde o artista bateu recorde de público em todos os shows.

Atualmente, Geraldinho Lins está à frente de uma equipe de 20 profissionais, entre técnicos, produtores e roadies. Sua banda é formada por Sandro Pick (bateria), Sandro Araras (percussão), Saulo Alves (contrabaixo), Edi do Acordeon (sanfona), Marquinhos Casa Amarela (zabumba), Daniel Félix (teclados) e Kiel Hernandez (guitarra). O artista possui 15 CDs lançados, nove deles na carreira solo; e três DVDs.

Agenda de Carnaval de Geraldinho Lins

Sábado de Zé Pereira – 06 de fevereiro
- Recife
Galo da Madrugada - 3° Trio Elétrico

- Gravatá
Bloco do Zé Pereira
Saída às 22h, em Frente à Estação Ferroviária

Domingo de Carnaval – 07 de fevereiro
- Ipojuca
Bloco da Sukata (trio elétrico)
Saída às 12h, do Centro

- Sirinhaém
Show no centro da cidade (palco), às 19h30

Segunda-feira de Carnaval – 08 de fevereiro
- Bezerros
Show no centro da cidade (palco 1), às 17h

- Recife
Show no Polo Bairro do Cordeiro (palco), às 22h20

Terça-feira de Carnaval – 09 de fevereiro
- Recife
Show no palco do Marco Zero, às 22h20

Quarta-feira de Cinzas – 10 de fevereiro
- Paulista
Bacalhau de Paratibe (trio elétrico)
Saída às 12h

Postado por culturalfm96.com em sexta, fevereiro 05/2016

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga