» »Unlabelled » Falta de remédios na Secretaria de Saúde preocupa mães de pacientes


A falta de alguns medicamentos oferecidos gratuitamente pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) vem preocupando algumas mães e responsáveis por pacientes. Nesta segunda-feira (22), o Portal FolhaPE recebeu mais uma denúncia: falta da vacina leuprorrelina, hormônio responsável por evitar a puberdade precoce.
“Vou à Secretaria para tentar pegar o remédio, mas está em falta há três meses. Falam que não têm previsão de quando vai chegar e, quando ligamos para a ouvidoria para reclamar, não temos resposta”, relata a dona de casa Valéria Franco, 53 anos, mãe da paciente Isabela Franco. Com 10 anos de idade atualmente, a menina utiliza a vacina desde os 7,5 anos. Ela deve fazer uso do remédio até os 12 anos de acordo com Valéria. “Se ela continuar sem tomar, a menstruação pode vir e para reverter fica mais complicado”, afirma em tom de preocupação. A tia de outra paciente, que não quis se identificar, afirma que a criança de 9 anos precisa ter acesso a substância somatropina, outro hormônio que evita o crescimento antecipado. “Ela está há dois meses sem tomar o remédio”, afirmou.
De acordo nota emitida pela SES, a "Farmácia de Pernambuco informa que está abastecida com o medicamento somatropina, na apresentação de 12 mg. A apresentação de 4mg deverá ser entregue pelo fornecedor em 15 dias. A licitação do leuprorrelina está em andamento. Serão adquiridas 1.572 ampolas do remédio para atender os pacientes".
Postado por culturalfm96.com em segunda, fevereiro 22/2016

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga