» »Unlabelled » Pernambuco tem 83 municípios com risco de surto e 26 com epidemia de dengue

De acordo com o segundo Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), 83 municípios pernambucanos estão em situação de risco de surto de dengue. Desses, 26 estão em situação de epidemia – 24 por conta da alta incidência da doença, além do Recife, por causa do alto número de notificações. Outras 74 localidades estão em alerta, 25 obtiveram dados satisfatórios e três não informaram.
Até 4 de abril, foram registrados 18.431 casos (2.987 confirmados) em 165 municípios. Isso representa um aumento de 423,91% em relação ao mesmo período de 2014, quando foram notificadas 3.518 ocorrências, com 1.247 confirmadas. Os municípios com o maior número de casos absolutos são Recife (4.978), Jaboatão dos Guararapes (880), Camaragibe (829) e Goiana, totalizando 7.337, o equivalente 39,81% do total de notificações em todo o Estado.
Já as notificações de dengue grave chegaram a 24, com 15 confirmações. No mesmo período de 2014, foram 19. Onze óbitos suspeitos foram notificados e seguem em investigação, ante 22 notificações e 18 confirmações, no mesmo período do ano passado.
“A população precisa fazer a sua parte, não deixando recipientes com água destampados ou descobertos”, frisou a coordenadora do Programa de Controle da Dengue da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Claudenice Pontes, reforçando a necessidade de os municípios intensificarem as ações de campo para combater os criadouros do mosquito Aedes aegypti.
Dados
Segundo a SES, que divulgou os dados nesta segunda-feira (13), os municípios epidêmicos em Pernambuco, além da Capital e de Fernando de Noronha, são Itapetim, Venturosa, São José do Egito, Pedra, Sanharó, Goiana, Condado, Iguaraci, Surubim, Itaquitinga, São Bento do Una, Belo Jardim, Calumbi, Betânia, Toritama, Buenos Aires, Iati, Lagoa do Carro, Limoeiro, Manari, Vertentes, Santa Cruz do Capibaribe, Vitória de Santo Antão e Ingazeira.
Já os municípios com maior grau de incidência (número de casos por 100 mil habitantes), de 8 de fevereiro a 4 de abril, foram São José do Egito (1.148,01), Pedra (1.078,25), Itapetim (952,72), Venturosa (798,14), Sanharó (769,67), Goiana (734,48), Condado (725,66), Fernando de Noronha (693,48), Iguaraci (693,24), Surubim (676,48), Itaquitinga (586,97), São Bento do Una (515,37), Belo Jardim (488,12), Calumbi (469,65), Betânia (464,48), Toritama (460,58), Buenos Aires (454,76), Iati (395,53), Lagoa do Carro (394,27), Limoeiro (386,96), Manari (381,72), Vertentes (370,18), Santa Cruz do Capibaribe (325,50), Vitória de Santo Antão (337,36) e Ingazeira (328,73).
Leia mais em: FOLHA DE PERNAMBUCO

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga